Dicas para (re)começar o treino

Depois de vários emails e mensagens recebidas na Corridas & Companhia sobre este tema decidi criar este tutorial.

O maior desafio dos atletas amadores ( e não só) é a conjugação dos treinos com a vida em geral.

Deixo-vos um conjunto de dicas que acho essencial para levarem a bom porto os vossos objectivos de treino:

20161105_130214.jpg

1.Planificar para mais tarde recolher os frutos  É essencial ter um programa de treino, elaborado por um profissional na área, tendo em conta os objectivos e características de cada um. Ter um plano de treino, ajuda-nos a gerir a energia necessária para cada semana e a conseguimos visualizar o tempo necessário para cada treino. Um plano elaborado à nossa medida respeita sempre o nosso corpo e nossos horários, contribuindo para uma boa recuperação mental e física ;

2.Não deixes para amanhã o que podes fazer hoje Qual o tempo necessário para cada treino de corrida? E num treino de  força? Com a regularidade vamos conseguindo afinar o tempo necessário para cada treino. Ao final da primeira semana já conseguimos prever quanto tempo iremos despender em cada treino, não esquecendo o antes e o depois. Se não há tempo durante o dia, temos sempre a noite depois do jantar ou  então um pôr-do-sol antes do resto da família acordar para o pequeno almoço;

3.Qualquer sítio é bom para treinar  A desculpa não tenho onde treinar, já não se usa. Adaptação é a palavra chave. Se são trabalhadores independentes como eu, o local de trabalho muda com frequência, sendo as nossa rotinas também alteradas. Basta investigar um pouco a nova zona e de certeza que há espaço para treinar ao ar livre, num jardim, numas escadas. Se chover, para quem não gosta de ficar molhado, a sua casa ou o ginásio são excelentes alternativas.

4. Vestido a rigor  Cada treino, requer equipamento específico e adaptado às verdadeiras necessidades de cada um. Não sou um atleta cheio de gadgets e extras, tento levar o essencial, mas isto não significa que vá mais leve. Tento ser andar com uma mala com o equipamento necessário para treinar se precisar de mudar os planos do dia. Se vou fazer uma corrida pela cidade, levo sempre uns ténis, tshirt, calções e uma mochila onde adiciono um impermeável, o telemóvel, reserva alimentar e um recipiente com água. Para os trilhos basta mudar o modelo das rodas e se fôr um treino muito longo, acrescentar a manta de sobrevivência e reforçar a dose da reserva alimentar.

5. Nunca pode faltar combustível Se queremos praticar desporto a qualquer nível, o nosso regime alimentar deve ser adequado. Para que o corpo consiga dar resposta às nossas solicitações, devemos sempre consultar um nutricionista para adequar a nossa alimentação. Mesmo que isso obrigue a grandes mudanças! O corpo vai agradecer e os resultados vão começar a aparecer. Nos treinos devem ser manter um bom equilíbrio calórico e uma hidratação adequada. Pelo menos repor calorias de hora a hora e líquidos a cada 30 minutos dependendo do tipo de treino.

6.Deitar cedo e cedo erguer O descanso é uma peça fulcral em qualquer plano de treinos. Umas boas horas de sono são fundamentais para uma boa recuperação e na prevenção de lesões. Dormir 7-8 horas diárias  e respeitar os períodos de descanso previstos no planos de treino.

 

Estas dicas são a base para alcançar objectivos traçados, respeitando uma progressão saudável do nosso desenvolvimento e rendimento.

 

Bons treinos em COMPANHIA!

 

Apoios Corridas & Companhia 2016

Physiokinesis Clínica Fisioterapia   |  Bemnutrir | EU nutrition | Rapid Fit Well

 

 

*Foto: Pedro Barbeitos

 

 

Anúncios