DuraTrail 2016 | 53 Kms | 2300 D+

Ganhei!!! A sério?

Tudo começou pelas 5h00 da manhã de dia 8 de Outubro. Esta foi a última prova da época desportiva 2016 traçada pelo Corridas & Companhia.

Verificação de material para não me esquecer de nada, pequeno-almoço num saco e segui para Setúbal para o ritual habitual, levantamento do dorsal e controle zero no Parque Urbano de Albarquel.

Tudo pronto para arrancar com a bonita paisagem de fundo, com pouco mais de 1 km de aquecimento até à zona da meta.

20161008_070718

Percurso já conhecido de outras edições em ritmo tranquilo, acompanhado de algumas caras conhecidas de outras andanças.

20161008_070300.jpg

Depois de muitos altos e baixos, primeiro abastecimento aos 10 kms, cinco estrelas, na qualidade e na simpatia de quem nos recebia e siga caminho que ainda faltava muito para o final.

unnamed.png

A pouco mais de 1 km perco referência visual do pelotão da frente com os altos e baixos do percurso mas continuo a seguir as marcações do percurso. Bom ritmo, percurso muito rolante e os kms vão passando no conta kms, 14, 15 e começo a achar estranho estar tanto tempo sozinho com a cadência que levava. Nem grupo da frente, nem pelotão que ainda me seguia, mesmo em zonas mais abertas.

Será que me perdi? Mas como, se segui sempre as marcações?

Conhecendo o percurso, começo a estranhar passar por zonas que habitualmente estariam noutro momento do traçado. Mas as marcações sempre visíveis fizeram-me seguir em frente. Km 16, 17, impossível não estar perdido! Mas como? O percurso está todo marcado!

18 Km e depois de uma subida encontro um o verso de um sinal colocado pela organização! @*#%$%&!!!! Não posso mesmo escrever tudo o disse naquele instante. Era óbvio que quando contornasse aquela placa, nada de bom iria aparecer. Sinal de proibida a passagem!
Como? E agora à minha frente uma bifurcação, uma subida para a direita e uma descida em frente.

Senti-me como que num livro do Dungeons & Dragons e escolhi a subida, siga para a próxima página. A poucos metros encontro dois membros da organização , espantados por me verem ali.

Estou perdido, não é? – perguntei eu.

E aqui começava a parte hilariante da minha participação no DuraTrail. Não só estava no caminho errado, como estava no km 7 das outras provas. Primeiro pensamento foi desistir, mas como sou teimoso, vimos a alternativa de tentar retomar a prova da forma mais rápida.

Mas ao descer no sentido inverso ao percurso que tinha feito, encontrámos outro membro da organização, que  nos informa que os vassouras já tinham recolhido as fitas da prova  e que seria impossível retomar a prova.

Conformado com a notícia e já com 20 kms registados, restava apenas seguir o caminho da outra prova e aproveitar a paisagem.

Eram perto das 10h00 da manhã e lá fui a correr e tirar fotografias pelo caminho.  Quase que me senti uma verdadeira Anita no Campo.

20161008_100925

E agora podia dizer que foi assim durante mais uma hora até à meta, mas esta história não acaba aqui.

Mais 2-3 kms à frente e chego a um abastecimento, onde cerca de 10 pessoas olhavam para mim com ar estupefacto.

Já? – perguntam.

Sim? Que belo repasto. – respondi eu a apreciar uma zona de abastecimento intocada, ainda com tudo tapado.

Sabia que é o primeiro? – dizem eles ainda mais espantados.

Primeiro? – pergunto eu, mais interessado no quadrados de marmelada que reluziam debaixo do papel.

Sim, o primeiro classificado, não sabia? – respondem ainda mais espantados.

Dei uma enorme gargalhada e expliquei que me tinha perdido da prova dos 53 kms. Fez-se silêncio durante uns segundos, suspiraram e começaram a servir-me todas as iguarias ainda por estrear. Nunca tinha encontrado uma mesa de abastecimento tão recheada.

Quando parti ainda ouvi ao longe, “Não sabia que os 53 K passam por aqui”.

Até à meta e sempre que me cruzava com alguém da organização, tive de explicar a minha situação, que não percebiam porque ia em ritmo de passeio, estando na liderança de uma prova.

Ainda tive oportunidade de ser ultrapassado pelos primeiros classificados que também não perceberam porque abrandava para lhes gritar “Força, está quase!”.

14633235_1058243227635194_1254829331643429151_o.jpg

Como cereja no topo do bolo, a meta! Uma recepção de luxo !

Parabéns, é o 6º classificado. – gritavam de entusiasmo.

Obrigado, mas sou dos 53 kms.

Silêncio.

É o 1º? – perguntam.

Só se fosse um relâmpago. Tive de desistir porque me perdi.

E assim acaba a história desta prova para mim.

Apesar de não concluído a prova e de algumas falhas, é uma prova a repetir de certeza, uma organização competente e preocupada.

14650463_10211304111626479_11125971312336513_n.jpg

Resumo:

Pontos positivos | +percurso +simpatia da organização

Pontos negativos | -controlo zero (se existe material obrigatório, deveriam ser mais rigorosos no controle) -tshirt de algodão num kit de uma ultra

 

Boas provas em COMPANHIA!

 

Apoios Corridas & Companhia 2016

Physiokinesis Clínica Fisioterapia   |  Bemnutrir | EU nutrition | Rapid Fit Well

 

* foto Miro Cerqueira, João Manuel Santos e Pedro Barbeitos

 

 

 

Anúncios