Lisbon Eco Marathon 2015

Primeira prova repetente de longa distância. O ano passado tinha feito pela primeira vez a Lisbon Eco Marathon e decidi repetir a dose.

Tinha abdicado de fazer o Oh Meu Deus por contratempos vários e estava com vontade de participar numa prova numa zona de tantos treinos realizados.

Inscrição tardia mas sempre a tempo. Mais uma vez a organização conseguiu o apoio de uma empresa que permitiu aos atletas receber o seu KIT em casa.

Dia muito quente e apesar da hora de realização da prova, 18h00, o termómetro marcava mais de 30º C.

Fui para esta prova com uma atitude muito descontraída, por vezes em exagero, não vi perfil de altimetria e levava uma mochila apenas com dois bidons de água, telefone e um gel energético.

Não tinha nenhum objectivo  a não ser aproveitar em ritmo descontraído, mas ao chegar ao local de partida começo a pensar que já tinha metido o pé na poça.

Estamos a falar de 42 kms e não de 5 nem 10 !!! Por mais experiência que se tenha, o corpo precisa de ser bem tratado, precisa de combustível! Tudo pode acontecer em provas de longa distância!

Tenho aprendido que mais vale prevenir no que diz respeito abastecimentos e só na partida tive o flash que na edição anterior só haviam abastecimentos líquidos. São muitos kms só com líquidos e a minha máquina não funciona só bem regada!

IMG_2593

Tarde demais, agora a única coisa a fazer era avançar e tentar fazer a gestão possível.

Tempo para dois dedos de conversa com o Paulo Alves que conheci no TSL, antes da derradeira partida.

IMG_2595

Muito pouco a relatar da prova até ao km 15, a não ser a opção de muita estrada e pouco trilho. E tantos trilhos que há por Monsanto. Coincidência engraçada, mais ou menos ao km 10, voltei a encontrar o mesmo atleta com quem tinha conversado durante uns bons kms na edição 2014.

O calor continuava a apertar e pela primeira vez senti-me mal numa prova, cheguei mesmo a vomitar. Apesar de ter me ter hidratado bem, acho que o calor em excesso levou-me a este estado. Aparentemente nada de mais, uns minutos de repouso e pronto para seguir.

Aparentemente o meu estômago não aguentava comida, mas também já não tinha muita e sólidos só no final.

IMG_2597

As sinalizações da kilometragem estavam mais visíveis que o ano passado, mas os marcadores ao longo do percurso nem por isso. A opção de quadradinhos luminosos em vez de fitas na maior parte do percurso não foi uma escolha feliz. Principalmente na zona do heliporto quando começou a escurecer onde muitas pessoas se perderam.

Há males que vêm por bem, a noite estava a chegar e surgiu a oportunidade para me juntar um estreante nesta distância e na corrida pela noite dentro. Conheci mais um Pedro, com quem tive oportunidade de ter grandes conversas nos kms que ainda faltavam.

Foi a primeira vez que ajudei alguém a completar uma longa distância e que bem que soube. Uma felicidade partilhada.

IMG_2598

Terminámos a prova em pouco mais de 6 horas. Devagarinho, mas não há nada que pague uns braços no ar de prova superada. Fica o vídeo de alguns dos momentos de prova.

Resumo:

Pontos positivos | + voluntários + Kit atleta entregue em casa

Pontos negativos | – abastecimentos (corri grande parte da prova a pensar na sandes de carne assada e imperial que tão bem cairam na edição do ano passado, mas este ano que desilusão, sandes mista, maçã e uma garrafinha de água) – percurso (menos estrada) – marcações (melhores e cuidado na limpeza pós prova)

Boas provas em COMPANHIA!

*fotos de Pedro Barbeitos e Lisbon Eco Marathon

Anúncios