BES Run Challenge 2014 | Lisboa

Última prova deste desafio organizado pela HMSports.

A Corrida de Santo António na baixa lisboeta, um percurso já familiar de tantas outras provas com partida no Rossio.

Uma prova sempre em terreno plano, sem grande dificuldade.

Mais uma vez  com o grande Pedro Pires. Ao contrário dele, que tentou baixar o seu melhor tempo, o meu objectivo para esta prova foi terminar este desafio de quatro provas que totalizaram uma maratona.

Não estava na melhor forma, mas estava apostado a arriscar se o corpo respondesse bem.

Tempo para aquecimento perto da meta na zona do Rossio e trocar algumas impressões com outros participantes.

Organização cinco estrelas, inscrições esgotadas, um bom ambiente e tudo pronto para partir do corredor dos SUB 60.

10462996_867182503310910_7444383574921310620_n

Começa a corrida com os atropelos habituais de um percurso estreito para o número elevado de participantes.

Segunda prova em que decido usar as perneiras da Compressport e parece que a experiência, mais uma vez, não iria correr bem.

Com pouco tempo para treinar nas duas semanas anteriores à prova, o corpo pedia ritmo e rapidamente fiz o primeiro km abaixo dos 4’00”. Segundo km com ritmo idêntico e novamente as perneiras a darem de si. As dores nas pernas começaram e só pararam quando tirei as perneiras no final da prova. Parece definitivamente que não me dou bem com este acessório.

Apesar das dores, consigo manter um bom ritmo até por volta dos 6 kms.

10433146_873047862724374_7077505029118173773_n

Já antes da prova sentia que não me tinha hidratado convenientemente nos dias anteriores e quando as nuvens deixaram aparecer o sol, comecei a sentir um calor insuportável. Km 7 e sentindo que estava no limite, decidi parar e andar. A última vez que tinha tomado esta decisão em prova, foi em 2012 na minha primeira prova de sempre, a Corrida do Tejo. Estava esgotado com o calor e o esforço, faltavam 3 kms.

Tinha que chegar à meta e depois de recuperar o fôlego, recomecei a correr a um ritmo descontraído.

10419637_873048656057628_8868371015737573327_n

Meta à vista e a satisfação enorme de ter terminado este desafio de quatro provas. Com direito a diploma do conjunto, com um belíssimo tempo se fosse realmente uma maratona. Destaco sem dúvida a prova de Sintra pela dificuldade acrescida, a beleza do percurso e o pico de forma em que me encontrava. A prova de Cascais pelo percurso e as condições atmosféricas adversas e o recorde pessoal na Costa da Caparica.

BesRun2014_1342

A organização ainda nos presenteou com um manjerico e uma bela imperial no final.

Tempo em prova 53:55 e 48:24 para o Pedro Pires.

A organização está mais uma vez de parabéns pela prova.

Aqui fica o diploma para a posteridade:

BesRunLisboa2014_1342

Resumo:

Pontos positivos  | + ambiente de corrida + percurso

Pontos negativos |  nada a apontar

* fotos Pedro Barbeitos e HMSports

Anúncios