A minha vida dava uma prova de 42,195 kms

Passaram 19 dias desde o último post! Isto são kms de escrita em falta!

A minha vida nas últimas semanas dava um filme com contornos quase novelescos, demais para serem verdadeiros. Desde apresentações finais dos meus alunos, organização de um festival, obras em casa, residência temporária na Margem Sul e a trabalhar em Lisboa, exames de 4º ano do meu filho, ninhada de gatos em casa… a juntar a isto a preparação para a Lisbon Eco Marathon de 21 de Junho.

Stress, cansaço, horas de sono a menos = treinos a cairem que nem tordos!

Nos últimos anos tenho incentivado muitos a praticar desporto e principalmente a correr. Para os meus amigos ou seguidores eu acordo às 6 da matina treino e depois trabalhar e ainda tenho tempo para a família e amigos. Com os objectivos que vou traçando, cada vez mais exigentes, a fórmula para conseguir cumprir isto é muito instável. Basta uma das variantes mudar drasticamente e torna-se impossível cumprir o plano delineado.

Ultimamente tem sido acordar às 6h00 para podermos atravessar a ponte 25 de Abril sem trânsito. O que muda um pouco os horários possíveis para treinar,estando a trabalhar o dia inteiro. O espírito de aproveitar a oportunidade em cada esquina, levou-me a rentabilizar a estadia forçada na margem sul, com treinos no Parque da Paz.Imagem

Uma boa preparação para provas de trail, com terreno misto de dificuldade média, mediante a opção tomada. Como vou fazer a minha primeira grande prova de trail, optei por tirar da gaveta os meus Adidas Riot 5. Praticamente novos com pouco mais de 250 kms. Habituado ao conforto dos Nike Pegasus 30, que também se portam bem em terrenos mais acidentados, o que os Riot perdem em conforto, ganham em resistência a aderência ao terreno.

 

Imagem

Ainda não decidi quais vou utilizar no Sábado. Como ultimamente corri pouco com os Riot, acho que vou optar pelo conforto. Não vou para esta prova para fazer tempos, mas sim cumprir o objectivo sem sofrimento e como o máximo de prazer.

Entre a falta de treinos, excesso de trabalho e obstáculos vários, sinto-me mentalmente preparado para os meus próximos 42,195 kms. Fisicamente preparado para fazer uma prova tranquila e mais longa que o normal.

O mais díficil é começar a treinar ou praticar desporto porque o corpo sofre transformações que exigem muita preserverança e dedicação. Depois torna-se um hábito saudável e obrigatório! Kms sem fim…

 

 

Boas corridas em COMPANHIA!

 

 

 

Anúncios