Diário de um maratonista 2/23

Diário de um maratonista 2/23

Uma semana que pareceu uma prova de 100 metros, passou num instante.
Tal como os atletas que como eu tentam conjugar a sua vida familiar e profissional com o treino, há semanas complicadas.
Esta foi uma delas, muito trabalho e atividade familiar q.b.
Desde que comecei a correr numa base praticamente diária, tentei que a corrida não entrasse em conflito com a família. E passei a fazer companhia ao nascer do sol, terminando os treinos quando o resto da família desperta.
Mas quando o trabalho aperta o cansaço não permite acordar às 5h00 ou 6h00 para cumprir o plano treinos.
E esta semana vi-me obrigado a correr cerca de 60% dos kms à noite.
Confesso que sou apologista de começar o dia com treino de corrida e deixar o complemento, natação ou TRX para o final. Ou inverter, dependendo do tipo de treino.
Nesta segunda semana, continuei com os 5 treinos:
5 Kms RL
9 Kms RP
5 Kms RL
9 Kms RL
15 Kms

Terminei a semana com a minha 1ª prova oficial de trail no V TRILHOS de CASAINHOS, fazendo 15 kms em vez dos 18 previstos. Foi sem dúvida um boa substituição, porque revelou-se um treino muito completo. Sem detalhes porque farei um post com a review da prova.

Consegui ainda bater em treino o meu recorde pessoal dos 5 K, com 22’05”, com média de 4’26” por Km.

Uma semana com muita COMPANHIA, sem dúvida. Boas corridas!

 

*foto Rute Ornelas da Correr Lisboa

Anúncios